O fato jurídico do inciso III do artigo 135 do Código Tributário Nacional: a delimitação da responsabilidade tributária do administrador
Danyelle Rodrigues de Melo Nunes
Universidade Federal de Alagoas - UFAL
Filipe Lôbo Gomes
Universidade Federal de Alagoas - UFAL
Natalie Cristyne de Santana Barbosa Farias
Universidade Federal de Alagoas - UFAL
PDF

Palavras-chave

Fato Jurídico; Responsabilidade Tributária; Administrador

Como Citar

Rodrigues de Melo Nunes, D., Lôbo Gomes, F., & de Santana Barbosa Farias, N. (2020). O fato jurídico do inciso III do artigo 135 do Código Tributário Nacional: a delimitação da responsabilidade tributária do administrador. Direito E Desenvolvimento, 11(2), 78-96. https://doi.org/10.26843/direitoedesenvolvimento.v11i2.1272

Resumo

O fato jurídico do inciso III do artigo 135 do Código Tributário Nacional é o resultado da incidência da norma jurídica de responsabilidade tributária sobre o suporte fático praticado pelo administrador. A partir de então, surge a relação jurídica, a obrigação tributária e todos os encargos dela decorrentes. Por esse motivo, é preciso analisar com bastante atenção a norma jurídica que define o fato jurídico tributário. Com base nessas premissas, esse artigo tem como objetivo aplicar a Teoria do Fato Jurídico na análise da responsabilidade tributária para delimitar a sua eficácia. Em linhas gerais, o referencial teórico da pesquisa é o de Pontes de Miranda. Por sua vez, o método de estudo utilizado é o dedutivo, partindo da pesquisa bibliográfica, com base na Teoria do Fato Jurídico de Marcos Bernardes de Mello. Ao final, o trabalho chegou a algumas conclusões bastante elucidativas: 1) o inciso III do artigo 135 do CTN corresponde a um fato jurídico lato sensu, ilícito, relativo, da categoria ato ilícito civil e indenizativo; 2) esse fato jurídico tem como efeito a relação jurídica entre o Estado, a empresa e o administrador; e 3) a responsabilidade tributária do administrador é do tipo solidária, pois a norma jurídica estabelece um comando para garantir o crédito tributário sob um viés arrecadatório e sancionador.

PDF

Referências

AMARO, Luciano. Direito Tributário Brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2004.
BRASIL, Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Apelação Cível nº 2016.61.13.003733-0/SP, Processo Originário nº 0003733-84.2016.4.03.6113/SP, Relator: Desembargador Federal Wilson Zauhy, Primeira Turma. Julgado em:26/03/2019, Publicado no D.E. em 05/04/2019.
BRASIL, Tribunal Regional Federal da Quinta Região. Apelação Cível nº 576713, Processo Originário nº 0000287-35.2013.4.05.8502, Relator: Desembargador Federal Vladimir Carvalho, Segunda Turma. Publicado no DJE em 28/06/2018, página 46.
BRASIL, Tribunal Regional Federal da Quarta Região. Agravo de Instrumento nº 5012272-69.2012.4.04.0000, Processo Originário nº 5038716-28.2011.4.04.7000, Relator: Desembargador Federal Rômulo Pizzolatti, Segunda Turma. Julgado em 26/07/2012.
BRASIL, Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 1455490/PR, Relator: Ministro Herman Benjamin, Segunda Turma. Julgado em 26/08/2014 e publicado no DJe em 25/09/2014.
BRASIL, Superior Tribunal de Justiça. Súmula 430. Primeira Seção, Julgado em 24/03/2010, DJe 13/05/2010.
BRASIL, Superior Tribunal de Justiça. Súmula 435. Primeira Seção, Julgado em 14/04/2010, DJe 13/05/2010.
BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Recurso Extraordinário nº 562.276, Repercussão Geral, Relatora: Ministra Ellen Gracie, Tribunal Pleno. Julgado em 03/11/2010, divulgado no DJe-027 em 09/02/2011 e publicado em 10/02/2011, RDDT n. 187, 2011, pp. 186-193 e RT v. 100, n. 907, 2011, p. 431.
CAMPOS, Hélio Silvio Ourém; BRANCO, Dóris de Souza Castelo. Responsabilidade Tributária e Grupo Econômico de Fato. In. Direito e Desenvolvimento, v. 7, n. 2, pp. 248-266, João Pessoa: UNIPE, 2016.
CARVALHO, Aurora Tomazini de. Curso de Teoria Geral do Direito: O Construtivismo Lógico-Semântico. 4ª ed. São Paulo: Noeses, 2014.
CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. 18ª ed. São Paulo: Saraiva, 2007.
COÊLHO, Sacha Calmon Navarro. Curso de Direito Tributário Brasileiro. 10. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2009.
FERRAGUT, Maria Rita. Responsabilidade Tributária e o Código Civil de 2002. São Paulo: Noeses, 2005.
HARADA, Kiyoshi. Direito Financeiro e Tributário. 19. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
MACHADO, Hugo de Brito. Curso de Direito Tributário. São Paulo: Malheiros, 2015.
MELLO, Marcos Bernardes de. Teoria do Fato Jurídico: Plano da Existência. 21ª ed. São Paulo: Saraiva, 2017.
MELLO, Marcos Bernardes de. Teoria do Fato Jurídico: Plano da Eficácia – 1ª Parte. 10ª ed. São Paulo: Saraiva, 2017.
PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Sistema de Ciência Positiva do Direito. Tomo 3. Campinas: Bookseller, 2000.
PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Tratado de direito privado. Tomo I. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.
VILANOVA, Lourival. As estruturas lógicas e o sistema do direito positivo. 3ª ed. São Paulo: Noeses, 2005.
VILANOVA, Lourival. Causalidade e Relação no Direito. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 1989.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.